Carregando

Embu será a primeira cidade do Eixo BR-116 a implantar a bilhetagem eletrônica

Secretaria:
Mobilidade Urbana
Daniela Karin
05/08/2008 00:00

O transporte municipal de Embu está fazendo história. São visíveis as transformações ocorridas nos últimos anos: regularização do transporte, regulamentação da profissão (motoristas e cobradores), implantação do passe escolar e vale-transporte, uniformização dos trabalhadores e permissionários, ampliação do itinerário, da sinalização viária e dos veículos adaptados para pessoas com necessidades especiais. Todas estas realizações foram possíveis graças à iniciativa do prefeito de Embu que ofereceu todo suporte à Arcav & Coopercav para estimular a organização do transporte alternativo da cidade e instalar a bilhetagem eletrônica. Estas medidas estão garantidas pela Lei nº 2.156/05 e pelo decreto nº 02/2007.

Com o objetivo de oferecer um serviço ainda com mais qualidade aos usuários, a Arcav & Coopercav, que já é referência nacional e realiza apresentações em diversos municípios brasileiros, investiu cerca de R$ 1,5 milhões para a instalação do Bilhete Eletrônico Municipal (BEM), que chega para consolidar a modernização do transporte municipal de Embu. Serão seis modelos (Comum, Vale-transporte, Estudante, Especial, Melhor Idade e Jovem Aprendiz) com ilustrações dos pontos turísticos da cidade. O cartão terá ainda foto e dados dos usuários, e deverá ser passado no leitor digital instalado dentro do microônibus para a liberação da catraca. Os equipamentos já foram instalados e estão em fase de teste.

O bilhete apresenta inúmeras vantagens, como a gratuidade para passageiros especiais, idosos, participantes do programa Jovem Aprendiz da Prefeitura de Embu e desconto de 50% para estudantes e professores, agilidade no embarque e desembarque, proporcionando mais segurança aos usuários, motoristas e cobradores por conta da redução da quantidade de dinheiro em circulação nos veículos, além de ser um grande passo para futuras negociações para integração entre ônibus, metrô e trem da cidade de São Paulo.

Outro diferencial do bilhete é a segurança. Mediante furto ou roubo, o usuário poderá recuperar os créditos através do sistema de bloqueio, adquirindo um novo cartão. A recarga poderá ser feita pelo próprio usuário ou pela empresa que está concedendo o benefício. Com isso, o vale-transporte de papel ficará extinto. O primeiro cartão será gratuito.

O sistema contará ainda com uma central de controle que possibilitará a geração de dados sobre a mobilidade de diferentes perfis de usuários. Desta forma, a Prefeitura poderá identificar informações importantes, como saber de onde partem a maioria dos idosos, pessoas com necessidades especiais, entre outros usuários do sistema.

Atualmente, o transporte municipal de Embu é composto por uma frota de 157 carros, com quatro trabalhadores em cada veículo e mais 100 fiscais, totalizando 728 funcionários que atendem a população de Embu. Operam na cidade sete linhas que transportam diariamente cerca de 250 passageiros por veículo.

> Conheça os modelos do BEM

Posto de informações:
Divisão de Trânsito e Transportes (Divtran)
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 – Centro – Embu – Tel.: 4781-1841

Posto de venda:
Arcav & Coopercav - Av. Elias Yazbek, 2463 – Centro -Embu - Tel.: 4781-4633
www.coopercav.org.br/



TUDO SOBRE
DESTAQUE

NEWSLETTER

PRAÇAS DE ATENDIMENTO

Centro
Santa Tereza
Santo Eduardo


Eficiência e qualidade na prestação de serviços: abertura de empresa, emissão de certidões, parcelamento de débitos, escrituração fiscal e outros
Prefeitura de Embu das Artes - Sec. de Gestão Tecnológica e Comunicação
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro Estado de São Paulo - Brasil CEP: 06803-900 PABX: +55 (11) 4785-3500 Disque Serviços: 0800 773 0005