Carregando

Saúde orienta mães sobre desnutrição

Secretaria:
Saúde
Rita de Biaggio
22/03/2006 00:00
Leonardo, 1 ano e 11 meses; Verônica, 4 anos; Vanderson, 5; Vanilson, 8; Vanessa, 10, e Viviani, 12 anos de idade. Essas seis crianças vivem um drama comum: estão desnutridas ou no limite de peso para serem classificadas como tal. Com a mãe, grávida do oitavo filho - o primeiro morreu -, elas foram atendidas no Centro de Atenção à Saúde da Família (CASF) Itatuba, bairro onde moram. Viviani fica feliz e faz festa quando a enfermeira da unidade diz que ela engordou três quilos no último mês.

A visita à UBS Itatuba faz parte do programa de controle do desenvolvimento das crianças nas Unidades Básicas de Saúde do município, que envolve a enfermagem da unidade, além das agentes comunitárias de saúde que fazem visitas domiciliares. Quando necessário, é acionada uma equipe multidisciplinar composta por nutricionista, psicólogos e médicos que vão até a unidade.

Maria Fernanda Nóbrega, nutricionista da Secretaria Municipal de Saúde de Embu das Artes, visitou Itatuba no dia 17 de março. Foi conversar e orientar as mães de 23 crianças que correm o risco de terem seu desenvolvimento físico, mental e intelectual dificultado devido à desnutrição.

"Essas crianças passam periodicamente pelas enfermeiras e aqui em Itatuba elas detectaram um número grande de crianças em situação de desnutrição. A baixa estatura e o baixo peso podem estar relacionados a problemas de saúde ou à má utilização dos alimentos. No caso da estatura, a genética da família também interfere na altura das crianças", explica Maria Fernanda.

Segundo ela, o problema pode ter múltiplas causas. Desde a alimentação inadequada da mãe durante a gestação até problemas genéticos e de doenças. "A alimentação inadequada na infância pode acarretar o retardo do crescimento físico e mental e pode provocar, inclusive, a baixa imunidade a doenças como gripe, pneumonia, diarréia e outras infecções", afirma a nutricionista, lembrando que a falta de informação também é uma das principais causas da situação. Ela fala da importância do leite materno para as crianças, orienta a comerem o que tiver em casa (mandioca, banana, verduras, legumes e carne, se for possível).

A profissional dá receitas e dicas de aproveitamento de alimentos, como a utilização de cascas, talos e sementes para preparar refeições e até de reaproveitamento de sobras de comida, como utilizar pão amanhecido para fazer pudim, rabanada, torradas e farinha de rosca ou como fazer um cuzcuz com sobras de peixe e uma deliciosa sopa com a cabeça do peixe. E orienta as famílias para que cheguem já final da feira, quando os alimentos são mais baratos, e até a pedir aos feirantes que guardem os talos e folhas de beterraba e outras verduras. Segundo a nutricionista, acrescentar às refeições salgadas (almoço e jantar) uma colher de sopa de óleo, ou mesmo no leite, também é eficiente para aumentar o peso da criança.

Suco de casca de frutas

Ingredientes:
6 maçãs / 3 mangas / 1 abacaxi
1 litro de água
açúcar a gosto


Como fazer:
Lave bem as frutas e descasque-as em seguida.
Numa panela com água, afervente as casca (só é necessário no caso do abacaxi).
Bata-as no liquidificador, coe e adoce a gosto.
Complete com água gelada.
Obs: se quiser, utilize a polpa também.



TUDO SOBRE
DESTAQUE

NEWSLETTER

PRAÇAS DE ATENDIMENTO

Centro
Santa Tereza
Santo Eduardo


Eficiência e qualidade na prestação de serviços: abertura de empresa, emissão de certidões, parcelamento de débitos, escrituração fiscal e outros
Prefeitura de Embu das Artes - Sec. de Gestão Tecnológica e Comunicação
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro Estado de São Paulo - Brasil CEP: 06803-900 PABX: +55 (11) 4785-3500 Disque Serviços: 0800 773 0005