Entrega do Baviera muda a vida de 224 famílias

Secretaria:
Meio Ambiente
Pró-Habitação
Elke Lopes Muniz
19/08/2013 00:00

A entrega dos apartamentos do Condomínio São Marcos – Baviera, na Estrada da Baviera, ocorrido em 18/8, mudou literalmente a vida de muita gente.  Festejaram a mudança pessoas como Cosme Neves Ramos, cadeirante que pela primeira vez, desde que não pode mais andar, depois de ser atropelado na sua bicicleta, usará o seu próprio banheiro adaptado; de Helen Cássia Rodrigues, que chora emocionada enquanto tira fotos da mãe e da avó abrindo a porta do apartamento que vai morar e onde, certamente, dormirá com mais tranquilidade do que no barraco da área de risco do Pombas–Botucatu; de Rosana Aparecida Ribeiro de Souza, a primeira a mudar-se para o condomínio na manhã de 19/8.

Na entrega das chaves, no domingo, ela, que viu tudo o que tinha ser levado pelas águas da chuva no córrego do Novo Campo Limpo, quando o barraco desmoronou, promete usar o auxílio da Caixa para mobiliar e tornar o AP 21 do bloco 4, casa dela e da filha, o “mais bonito” do condomínio. Fez a promessa ao som da Banda Municipal, regida por Hamilton Oliveira, que demonstrou compartilhar da alegria de Rosana ao dizer: “A política de habitação é um dos nossos direitos fundamentais e em Embu das Artes a gente vê isso acontecer”. Mais adiante, numa conversa com o secretário Geraldo (Gera) Juncal, ele diria: “É uma política de continuidade a da habitação”.

Na inauguração, o prefeito Prefeito destacou a importância da casa própria para todos e disse que pretende chegar ao fim do seu mandato entregando no mínimo 4 mil apartamentos na cidade. O deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP) declarou-se emocionado ao ver concretizar a proposta de garantir “moradia para quem precisa e passa a ter um direito atendido”. O “sonho da casa própria” também foi citado pelo deputado estadual Prefeito, para quem a sua realização “renova a alma, dá vontade de viver”.

Batalha por moradias

A secretária nacional de Habitação, Inês Magalhães, que representou a presidenta Dilma Rousseff no evento, declarou que o programa Minha Casa, Minha Vida é uma batalha muito grande para o brasileiro ter moradia. “Quando formatamos o programa Minha Casa, Minha Vida, o então presidente Lula e a então ministra Dilma poderiam ter feito estrada, mas entenderam que o aquecimento da construção civil deveria ser feito pela moradia, promovendo inclusão social e atividade econômica”. Disse esperar que o Baviera seja o primeiro de muitos condomínios e que o governo da cidade assuma a construção de 4 mil unidades, o que é um grande desafio. O vereador Doda, presidente da Câmara, declarou que o Minha Casa, Minha Vida é exemplo de política pública correta do governo federal.

Os novos moradores do Condomínio São Marcos-Baviera, em sua maior parte, saíram das ruas Paranapanema, Paquetá, Botucatu, João Guimarães Rosa e há outras famílias que até agora dependam do aluguel social Pró-habitação. São provenientes de áreas do PAC, critério adotado pela Caixa Econômica Federal (CEF). O prefeito Prefeito assinou, durante o evento, protocolo de intenções com a Caixa Econômica Federal para construção de mais 120 moradias no Complexo Pombas–Botucatu.

Participaram da inauguração os vereadores Jefferson do Caminhão, Drª Bete, Gilvan da Saúde, Júlio Campanha, Edvânio Mendes, Jabá do Depósito, João Leite; o vice-prefeito de Osasco, Valmir Prascideli, o vice-prefeito de Embu das Artes, Natinha, Roberto Terassi, o presidente da Acise, Hilmann Albrecht, a superintendente da CEF Santo Amaro, Lucia Helena da Silva, gerente regional da CEF, Fernando Cera, secretários municipais e o presidente da Pró-habitação, João Honório, lideranças e representantes de movimentos de moradia – Carlinhos, do Sindicoop; Chico Terra, do Movimento Terra Nossa; Cremilda Maria da Conceição, da Crisálida; Erisvaldo dos Santos (Nino), do Pq das Chácaras; Manelão, Vila das Artes  e OP; Josildo Ferreira, Amigos de Mutirão e Cidadania; José de Souza Santos (Dedé), vice-pres. Assoc. Jd. da Luz; Marina Dias Carvalho, Mulheres em Ação; Renilton, da Tabernáculo; Rosa, do Valdelice – e outros.