Plantio de mais de 500 árvores mudará paisagem da cidade

Secretaria:
Serviços Urbanos
Sandra Martins
22/10/2015 00:00

Mais florida, verde e bonita.  É assim que Embu das Artes vai ficar  com o constante plantio de árvores nos bairros.  A pedido do prefeito Prefeito, agora estão sendo arborizadas a avenida Helio Ossamo Daikuara e a estrada de São Judas. A Secretaria de Serviços Urbanos e Limpeza Pública está plantando 500 mudas de árvores como ipês roxo, amarelo, branco e rosa, pau-formiga, pau-ferro, pau-jacaré, manacá da serra, jatobá, jacarandá e pata-de-vaca, dentre outras, todas árvores de médio porte. As mudas são advindas do Viveiro Municipal que fica no Pq. Francisco Rizzo, região central da cidade.

Uma das espécies plantadas é o ipê amarelo, árvore nativa da mata atlântica e considerada árvore-símbolo do Brasil. Pode chegar a até 16 metros de altura, mas já dá flor bem antes disso. O pau-ferro também é uma ótima opção para paisagismo. Empregada na arborização urbana, costuma chegar a 15 metros de altura no máximo. Todas as árvores, independente da espécie, são plantadas com uma distância média de três metros entre elas.

Todas essas árvores são apropriadas para o plantio urbano, pois têm maior durabilidade em situações  adversas como muito sol, chuvas intensas e poluição. Elas auxiliarão na melhoria da qualidade do ar e na qualidade de vida dos moradores.  As mudas levarão, em média, 10 anos para atingir a altura total.

Na avenida Helio Ossamo Daikuara, o plantio está previsto dentro do programa de arborização da prefeitura. Já na estrada São Judas, as mudas estão sendo plantadas para evitar o descarte ilegal de lixo no local. O último plantio de mudas aconteceu no Jd. do Colégio em julho deste ano (leia aqui), quando 1.500 árvores foram plantadas como forma de compensação ambiental pela construção no local do CEU Jd. do Colégio, inaugurado em agosto (relembre).

O viveiro municipal foi criado em 1998, conta hoje com mais de 100 espécies de plantas. O viveiro também tem um espaço para as espécies dedicadas à compensação ambiental, com mais de 100 mil mudas de árvores de todos os portes, muitas doadas por empresas que chegam para se instalar no município. Quem leva o material reciclável para o parque, pode trocar por até cinco mudas. Por ano, são doadas em média 25 mil plantas prontas para plantio.  

Outros pontos da cidade também receberão mudas de plantas, como é o caso do Parque da Várzea Embu Mirim, que receberá cerca de 3.000 mudas como forma de compensação ambiental solicitada pela CETESB. O plantio deverá começar em breve. 



Fotos: Guego/ Everaldo Silva