8º CRAS inaugurado atenderá região com 27 mil habitantes

Secretaria:
Desenvolvimento Social
Obras
Prefeito
Alex Natalino
13/05/2016 00:00

Inaugurado na sexta-feira (13/5), o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) N. S. de Fátima, o 8º equipamento da cidade, tem a missão de promover a inclusão social e qualidade de vida humana em uma região que abrange mais de 27 mil moradores dos bairros N. S. de Fátima, Pq. Pirajuçara, Pq. Luíza, Jd. Nayara, Jd. Perequê, Jd. São Luiz e Jd. Castilho. Lá também funciona uma Central de Cadastro Único (CadÚnico).

O valor investido aproximado é de R$ 500 mil, provenientes de Emenda Parlamentar do deputado federal Carlos Zarattini, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

O CRAS oferece serviços e programas do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) que existe há 10 anos, como atendimento social, psicossocial, jurídico e cadastro no CadÚnico, Bolsa Família, entre outros, fortalecendo vínculos familiares e comunitários e promovendo o acesso aos direitos nas áreas de vulnerabilidade e risco social.

“O serviço público tem que estar junto ao povo”, sentenciou o prefeito Prefeito. “Esse é o nosso desafio, ampliar um serviço de qualidade que antigamente era chamado “favor”, mas esse estigma mudou, pois agora é “direito” legítimo para aqueles que mais precisam de auxílio”.

A secretária de Assistência Social, Roberta Santos, disse que só o prefeito Prefeito, com seu senso de justiça e sensibilidade, conseguiu fazer um CRAS por ano durante sua gestão, pois nenhuma outra cidade paulista alcançou esse feito.

A relevância de um CRAS implantado no centro de uma comunidade com baixa renda já mostra resultados: “A equipe técnica está há quase um mês fazendo reconhecimento do território e já efetuou 250 registros para o CadÚnico e 170 inserções de beneficiários no Programa de Segurança Alimentar”, revelou Roberta.

O vereador Doda Pinheiro falou da importância de se valorizar a comunidade com a implantação de infraestrutura e equipamentos públicos como o CRAS. ”As pessoas passam a cuidar melhor do seu espaço, pois despertamos nelas o sentimento de pertencimento à cidade”, disse.

Representante dos moradores, Isanete de Jesus Santos ficou feliz pelo CRAS estar perto das casas dos moradores: “Antes muitos tinham que se dirigir ao CRAS do Jd. do Colégio, que fica longe pra gente, mas agora será bastante cômodo”.  

CRAS no lugar certo

Moradora do Jd. São Luiz e mãe de uma filha portadora de deficiência, Tereza Rodrigues dos Santos gostou de ter esse equipamento próximo à sua casa, pois ela depende muito dos serviços socais para manter sua vida e pegava ônibus para ir a um CRAS distante. Ouça:

 

Rafael de Arruda Miranda, 30 anos, já estava recebendo orientações sobre o Minha Casa, Minha Vida. Ele acredita que o espaço irá melhorar o cotidiano da comunidade, que estava precisando desse CRAS na região há muito tempo. Ouça:

 

“As pessoas daqui são muito carentes”, falou Maria das Dores, aprovando o CRAS como um serviço público fundamental para dar apoio às pessoas desempregadas ou adoecidas. Ouça:

 

Autoridades presentes: secretários Edson Bezerra (Gestão Democrática), Nelson Pedroso (Obras), Rita de Biaggio (adjunta de Comunicação), Francisco Iderval (Chefia de Gabinete), Comandante Dirceu (GCM), Daniela Almeida (Fundo Social de Solidariedade); vereadores Ney Santos (presidente), João Leite, Carlinhos do Embu, Clidão do Táxi, Doda Pinheiro, Edvânio Mendes, Rosana Almeida e Jefferson do Caminhão, além de Cristiane Maschio (coordenadora do CRAS N. S. de Fátima) e Isanete de Jesus Santos (representante dos moradores).

Participações especiais do grupo Batuca Lata e do Coral da 3ª Idade do Centro de Referência do Idoso.

CRAS Jd. N. S. de Fátima
Avenida da Liberdade, 760 - Jd. Nossa Senhora de Fátima
Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h
Tel.: (11) 4704-4568
Coordenadora: Cristiane Maschio



Fotos: Guego